07h00 - segunda, 13/03/2017

Álvaro Azedo candidato do PS em Moura

Álvaro Azedo candidato do PS em Moura

Álvaro Azedo vai ser o candidato do Partido Socialista à presidência da Câmara Municipal de Moura nas eleições Autárquicas agendadas para este ano. Nascido há 43 anos, Álvaro Azedo é funcionáro público e lidera desde 2013 a União de Freguesias de Moura e Santo Amador, depois de já ter sido eleito na Assembleia Municipal de Moura e na Assembleia de Freguesia de Santo Agostinho, que presidiu entre 2008 e 2013.
O PS é assim o primeiro partido a revelar o seu candidato à Câmara de Moura, autarquia que os socialistas pretendem reconquistar, o que esteve bem próximo de acontecer há quatro anos.
A Câmara de Moura é liderada pelo comunista Santiago Macias, que poderá não recandidatar-se. Se assim for, é bem provável que o candidato da CDU em 2017 volte a ser José Maria Pós-de-Mina.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quinta, 27/07/2017
Câmara de Odemira avança
com valorização do rio Mira
A Câmara de Odemira pretende criar as condições para que o concelho tire partido do rio Mira nas suas diversas valências, desde a barragem de Santa Clara-a-Velha até à foz, em Vila Nova de Milfontes.
07h00 - quarta, 26/07/2017
Mercado estabilizado
no porco alentejano
O concelho de Ourique continua a ser um dos mais importantes ao nível da produção de porco alentejano, contando actualmente com cerca de seis mil animais de montanheira.
00h00 - domingo, 23/07/2017
Empreendedorismo
premiado na FACECO
Tal como ano anterior, a FACECO 2017 vai ser palco da entrega do "Prémio Espírito Empreendedor", cerimónia agendada para as 15h00 deste domingo, 23 de Julho.
00h00 - sexta, 21/07/2017
Porco alentejano vai chegar ao mercado chinês
De Ourique a Pequim vai meio mundo de distância, mas as duas localidades estão agora bem mais "próximas" após o acordo recentemente estabelecido entre os governos de Portugal e da China.
07h00 - terça, 18/07/2017
Neves-Corvo: Somincor e STIM sem acordo
A administração da empresa Somincor, que explora a mina de Neves-Corvo, em Castro Verde, não chegou a acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Miniera (STIM) sobre a aplicação do novo horário de trabalho.

Data: 21/07/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial