01h00 - quinta, 09/03/2017

PS indignado com nomeação
de nova administradora do PCP
na empresa Águas do Alentejo

PS indignado com nomeação de nova administradora do PCP na empresa Águas do Alentejo

"Indignação e discordância" – A Federação do PS do Baixo Alentejo está contra e não aceita o processo de reorganização dos corpos sociais da Associação de Municípios para a Gestão da Água Pública (AMGAP) que, segundo acusam, foi "apresentada e imposta pela maioria de municípios da CDU" que integram esta associação.
Segundo apurou o "CA", em causa está "a criação de um novo lugar de administrador-executivo remunerado", que a maioria dos autarcas da CDU aprovou, com "a apresentação de um nome candidato e a distribuição do respectivo currículo para o preencher". Diversas fontes asseguraram ao "CA" que esse novo administrador, indicado pelos autarcas da CDU para a administração, é Susana Sobral Ramalho, antiga gestora da RESIALENTEJO e, antes disso, da ARECBA.
Segundo os autarcas socialistas, que votaram contra a alteração dos corpos sociais, a escolha da nova administradora implica, com salários e custos associados, "encargos anuais superiores a 200 mil euros". Um quadro com que não concordam, alertando que, neste momento, "não há necessidade de mais nenhum administrador-executivo, pois não há falhas executivas" na empresa Água Públicas do Alentejo (AgDA).
"O custo elevado que terá esta opção leva a encarecer a tarifa, e por conseguinte, a fazer com que o consumidor tenha que pagar mais" na factura da água, garante o PS do Baixo Alentejo, vincando também que, "a apenas sete meses de eleições autárquicas, onde alguns dos actores [eleitos] mudarão", não devem ser "tomar medidas que condicionem as gestões futuras, dado que o mandato desta administração durará três anos".
O PS termina a sua posição sobre a matéria advertindo que "os baixo-alentejanos não têm de pagar um novo administrador por motivações político-partidárias" e que é, criticam, "uma opção puramente por favor partidário".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - terça, 21/11/2017
EMAS Beja em situação
de rotura financeira
A Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja entrou numa situação de "rotura completa de tesouraria" no passado mês de Junho, o que levou a nova administração a avançar, "com carácter de urgência", para a contratação de um empréstimo de médio e longo prazo no valor de 2,5 milhões de euros.
07h00 - segunda, 20/11/2017
Autarca de Beja eleito para a direcção da AMPV
O presidente da Câmara de Beja, Paulo Arsénio, foi eleito no final da passada semana vogal do conselho directivo da Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV), estrutura que conta com cerca de 80 municípios associados.
07h00 - sexta, 17/11/2017
Empresa MESA instala-se no aeroporto de Beja
A empresa de engenharia e manutenção MESA, ligada ao grupo da companhia aérea HiFly, vai ter um hangar de manutenção de aviões no aeroporto de Beja, que deverá começar a ser construído em Abril de 2018.
07h00 - quarta, 15/11/2017
Montaraz de Garvão
premiada no estrangeiro
A empresa Montaraz de Garvão, que produz produtos à base de carne de porco alentejano no concelho de Ourique, foi recentemente premiada em Inglaterra, durante mais uma edição dos "Great Taste Awards 2017".
00h00 - segunda, 13/11/2017
PDR 2020 apresentado
a agricultores em Aljustrel
A Esdime/ Agência para o Desenvolvimento Local do Alentejo Sudoeste promove nesta segunda-feira, 13, uma sessão de informação sobre os apoios do Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 (PDR 2020).

Data: 10/11/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial