01h00 - quinta, 09/03/2017

PS indignado com nomeação
de nova administradora do PCP
na empresa Águas do Alentejo

PS indignado com nomeação de nova administradora do PCP na empresa Águas do Alentejo

"Indignação e discordância" – A Federação do PS do Baixo Alentejo está contra e não aceita o processo de reorganização dos corpos sociais da Associação de Municípios para a Gestão da Água Pública (AMGAP) que, segundo acusam, foi "apresentada e imposta pela maioria de municípios da CDU" que integram esta associação.
Segundo apurou o "CA", em causa está "a criação de um novo lugar de administrador-executivo remunerado", que a maioria dos autarcas da CDU aprovou, com "a apresentação de um nome candidato e a distribuição do respectivo currículo para o preencher". Diversas fontes asseguraram ao "CA" que esse novo administrador, indicado pelos autarcas da CDU para a administração, é Susana Sobral Ramalho, antiga gestora da RESIALENTEJO e, antes disso, da ARECBA.
Segundo os autarcas socialistas, que votaram contra a alteração dos corpos sociais, a escolha da nova administradora implica, com salários e custos associados, "encargos anuais superiores a 200 mil euros". Um quadro com que não concordam, alertando que, neste momento, "não há necessidade de mais nenhum administrador-executivo, pois não há falhas executivas" na empresa Água Públicas do Alentejo (AgDA).
"O custo elevado que terá esta opção leva a encarecer a tarifa, e por conseguinte, a fazer com que o consumidor tenha que pagar mais" na factura da água, garante o PS do Baixo Alentejo, vincando também que, "a apenas sete meses de eleições autárquicas, onde alguns dos actores [eleitos] mudarão", não devem ser "tomar medidas que condicionem as gestões futuras, dado que o mandato desta administração durará três anos".
O PS termina a sua posição sobre a matéria advertindo que "os baixo-alentejanos não têm de pagar um novo administrador por motivações político-partidárias" e que é, criticam, "uma opção puramente por favor partidário".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
00h00 - sexta, 21/07/2017
Porco alentejano vai chegar ao mercado chinês
De Ourique a Pequim vai meio mundo de distância, mas as duas localidades estão agora bem mais "próximas" após o acordo recentemente estabelecido entre os governos de Portugal e da China.
07h00 - terça, 18/07/2017
Neves-Corvo: Somincor e STIM sem acordo
A administração da empresa Somincor, que explora a mina de Neves-Corvo, em Castro Verde, não chegou a acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Miniera (STIM) sobre a aplicação do novo horário de trabalho.
07h00 - terça, 11/07/2017
CM Ourique elogia abertura
da China ao porco alentejano
A Câmara de Ourique ficou satsfeita com a formalização da abertura do mercado chinês à carne de porco portuguesa, concretizada na passada semana pelos ministérios da Agricultura de Portugal e da República Popular da China.
00h00 - sábado, 08/07/2017
Casas mais baratas
no distrito de Beja
O preço da habitação em Beja registou uma diminuição de 6,7% durante o segundo trimestre de 2017, situando-se actualmente no valor de 853 euros/m2, adianta o site imobiliário Idealista.
00h00 - sexta, 07/07/2017
"Presidente da CM Almodôvar:
Concelho tem muita dinâmica"
No dia em que arranca mais uma edição da FACAL, o presidente da Câmara de Almodôvar fala sobre a importância da feira para a promoção do concelho.

Data: 21/07/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial