00h00 - sexta, 03/03/2017

Somincor com lucro de 66,7 milhões de euros

Somincor com lucro de 66,7 milhões de euros

A Somincor – Sociedade Mineira de Neves-Corvo fechou o ano de 2016 com um lucro ligeiramente acima dos 66,7 milhões de euros (o equivalente a 70,5 milhões de dólares à taxa de câmbio a 1 de Março, dia de fecho desta edição do "CA"), menos cerca de 700 mil euros face ao valor registado em 2015.
De acordo com relatório anual apresentado no passado dia 22 de Fevereiro pela Lundin Mining, multinacional sueco-canadiana proprietária da empresa que explora a mina no concelho de Castro Verde, em 2016 saíram de Neves-Corvo um total de 46.557 toneladas de concentrado de cobre (menos 17% que em 2015) e 69.527 toneladas de zinco (mais 12% que no ano anterior), valores que ficaram ligeiramente abaixo das estimativas de produção previstas para o último ano. A Somincor produziu ainda pouco mais de 4.000 toneladas de chumbo e 1.242 toneladas de prata.
Esta produção permitiu à empresa de Neves-Corvo fechar o ano com pouco mais de 266 milhões de euros em vendas – abaixo dos 276,4 milhões registados em 2015 –, sendo que 176,6 milhões são referentes ao cobre, 81,6 milhões ao zinco e o restante ao chumbo e prata. Todas estas vendas foram para o estrangeiro.
Já os ganhos operacionais (total de vendas, menos custos operacionais e despesas gerais e administrativas) ficaram-se pelos 66,7 milhões de euros, também abaixo dos 67,4 milhões de dólares registados no ano anterior. Mas ao contrário do que aconteceu em 2015, em 2016 a Somincor não teve prejuízo em nenhum trimestre, sendo que entre Outubro e Dezembro apresentou mesmo os melhores resultados do ano: 25,8 milhões de euros de lucro.
Entre as suas seis minas espalhadas pelo mundo, a Lundin Mining registou em 2016 um total de vendas de cerca de 1,4 biliões de euros, cabendo a Neves-Corvo 18% desse valor. Um resultado assinalável, uma vez que acima da mina baixo-alentejana só mesmo a de Candelária, no Chile, responsável por 55% das vendas totais do grupo.
Para 2017, a Somincor prevê produzir entre 41.000 e 46.000 toneladas de cobre e 72 mil a 77 mil toneladas de zinco.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 20/04/2018
Vila Galé investe
no concelho de Beja
Tal como o "CA" revelou em Dezembro de 2017, o Grupo Vila Galé prepara-se para refortçar o seu investimento no concelho de Beja, onde já tem o Clube de Campo, perto de Albernoa.
00h00 - sexta, 13/04/2018
Resialentejo fechou 2017
com resultado positivo
A empresa intermunicipal Resialentejo fechou o ano de 2017 com um resultado líquido positivo de pouco mais de 164 mil euros e um aumento na facturação na ordem dos 300 mil euros face a 2016.
07h00 - quinta, 12/04/2018
Ouro para pão da
Padaria do Corvo
A Padaria do Corvo, de Castro Verde, voltou do Concurso Nacional de Pão, Broas e Empadas Tradicionais Portugueses deste ano com uma medalha de Ouro na categoria "Pão de Trigo Alentejano", melhorando o resultado alcançado um ano antes.
07h00 - quinta, 12/04/2018
Prémio para padaria de S. Pedro de Sólis
Além da Padaria do Corvo, também o pão produzido pela empresa Costa, Esperança Dias e João, Lda.
07h00 - quarta, 11/04/2018
Odemira promove prémio
"Espírito Empreendedor"
Estão abertas até final de Abril as candidaturas para a terceira edição do prémio "Espírito Empreendedor", promovido pelo Município de Odemira com o objectivo de "estimular e reconhecer as iniciativas empreendedoras e criativas".

Data: 20/04/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial