00h00 - sexta, 03/03/2017

Somincor com lucro de 66,7 milhões de euros

Somincor com lucro de 66,7 milhões de euros

A Somincor – Sociedade Mineira de Neves-Corvo fechou o ano de 2016 com um lucro ligeiramente acima dos 66,7 milhões de euros (o equivalente a 70,5 milhões de dólares à taxa de câmbio a 1 de Março, dia de fecho desta edição do "CA"), menos cerca de 700 mil euros face ao valor registado em 2015.
De acordo com relatório anual apresentado no passado dia 22 de Fevereiro pela Lundin Mining, multinacional sueco-canadiana proprietária da empresa que explora a mina no concelho de Castro Verde, em 2016 saíram de Neves-Corvo um total de 46.557 toneladas de concentrado de cobre (menos 17% que em 2015) e 69.527 toneladas de zinco (mais 12% que no ano anterior), valores que ficaram ligeiramente abaixo das estimativas de produção previstas para o último ano. A Somincor produziu ainda pouco mais de 4.000 toneladas de chumbo e 1.242 toneladas de prata.
Esta produção permitiu à empresa de Neves-Corvo fechar o ano com pouco mais de 266 milhões de euros em vendas – abaixo dos 276,4 milhões registados em 2015 –, sendo que 176,6 milhões são referentes ao cobre, 81,6 milhões ao zinco e o restante ao chumbo e prata. Todas estas vendas foram para o estrangeiro.
Já os ganhos operacionais (total de vendas, menos custos operacionais e despesas gerais e administrativas) ficaram-se pelos 66,7 milhões de euros, também abaixo dos 67,4 milhões de dólares registados no ano anterior. Mas ao contrário do que aconteceu em 2015, em 2016 a Somincor não teve prejuízo em nenhum trimestre, sendo que entre Outubro e Dezembro apresentou mesmo os melhores resultados do ano: 25,8 milhões de euros de lucro.
Entre as suas seis minas espalhadas pelo mundo, a Lundin Mining registou em 2016 um total de vendas de cerca de 1,4 biliões de euros, cabendo a Neves-Corvo 18% desse valor. Um resultado assinalável, uma vez que acima da mina baixo-alentejana só mesmo a de Candelária, no Chile, responsável por 55% das vendas totais do grupo.
Para 2017, a Somincor prevê produzir entre 41.000 e 46.000 toneladas de cobre e 72 mil a 77 mil toneladas de zinco.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quinta, 21/09/2017
Franceses instalam
fábrica em Messejana
A empresa francesa Moustikit, que produz redes mosquiteiras para janelas e portas, vai avançar com um projecto industrial nas antigas instalações de uma fábrica de mobiliário na vila de Messejana, concelho de Aljustrel.
07h00 - quarta, 20/09/2017
ACOS cria serviço
para venda de ovinos
Ganhar escala, garantir a segurança comercial e a continuidade da ovinicultura, bem como contribuir para as exportações, são os principais objectivos do novo Serviço de Comercialização de Ovinos da ACOS.
07h00 - terça, 19/09/2017
Greve vai avançar nas
minas de Neves-Corvo
Está decidido: os trabalhadores das minas de Neves-Corvo vão fazer uma greve de quatro dias, entre as 6h00 de 3 de Outubro e as 6h00 de 7 de Outubro, para reivindicar "o fim do regime de laboração contínua no fundo da mina" e pela "humanização dos horários de trabalho".
00h00 - domingo, 17/09/2017
Trabalhadores de Neves-Corvo reúnem em plenário
Os trabalhadores da mina de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, reúnem neste domingo, 17 de Setembro, em plenário, depois do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM) e a Somincor não terem ainda chegado a acordo sobre os novos horários a aplicar a quem trabalha no fundo da mina.
00h00 - sexta, 15/09/2017
Greve "à vista"
nas minas
de Neves-Corvo
Greve à vista em Neves-Corvo! A administração da Somincor e o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM) voltaram a reunir esta quarta-feira, 13, mas continuam sem acordo sobre os novos horários de trabalho a implementar na mina do concelho de Castro Verde.

Data: 15/09/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial